O Roots & Shoots foi criado na Tanzânia, em 1991.

  Um dia, 16 alunos de secundário, de diferentes escolas em Dar es Salam, visitaram Jane Goodall na sua casa. Numa conversa informal sobre comportamento animal e o ambiente (temas fora dos currículos escolares), os jovens revelaram as suas preocupações em relação ao abate de elefantes e ao manuseamento das galinhas em mercados locais.

  Nestes mercados, as galinhas eram vendidas vivas. Até serem compradas, estavam penduradas pelas patas e podiam estar nesta posição o dia inteiro. Os alunos perguntaram a Jane o que poderiam fazer e Jane estimulou-os a pensar numa solução. Os jovens decidiram construir gaiolas com folhas de bananeira e ramos, oferecendo-as aos vendedores. Apesar de cépticos, os vendedores aceitaram colocar as galinhas nas gaiolas e nunca mais houve uma galinha pendurada pelas patas.

  Estimulados pelo sucesso desta acção, os jovens decidiram voltar às suas escolas e encontrar mais pessoas interessadas em fazer mudanças positivas. A estes grupos, Jane decidiu chamar Roots & Shoots (Raízes e Rebentos). Actualmente, o Roots & Shoots está presente em quase cem países.

CURIOSO/A COM O SIGNIFICADO DO NOME ROOTS & SHOOTS?

ROOTS & SHOOTS EM PORTUGAL

  O Roots & Shoots existe em Portugal há mais de 10 anos. O programa foi implementado no dia 1 de Abril de 2006, através duma acção de formação para professores na área da Educação Humanitária e Ambiental.

R&Small00002.jpg
R&Small00021.jpg
R&Small00101.jpg